Skip to content

SEO – Faça o Google encontrar o seu site

28/11/20147 minutos de leitura
SEO - Faça o Google encontrar o seu site
SEO – Faça o Google encontrar o seu site

Garantir um bom posicionamento nos resultados orgânicos do Google, responsável por cerca de 90% das buscas feitas por internautas brasileiros, pode dar um up no tráfego do seu site – seja ele um portal, institucional, blog ou e-commerce – e, consequentemente, representar muito mais oportunidades de negócios para a sua empresa. Isso porque, segundo dados do Serasa Experian, cerca de 35% do tráfego das lojas virtuais brasileiras vem dos buscadores. Já uma pesquisa feita pelo Instituto Verificador de Circulação (IVC), entidade que certifica as métricas de desempenho de veículos impressos e digitais, apontou que 40% da origem do tráfego de sites de notícia do Brasil também vem de mecanismos de buscas.

 

Além disso, estar entre os primeiros no ranking do Google representa outros benefícios. Um estudo da Jupiter Research identificou que 36% dos usuários americanos associam as marcas que aparecem na primeira posição dos resultados orgânicos como sendo a empresa líder de seu segmento. É por isso que é muito importante que a página do seu negócio esteja entre os primeiros resultados dos mecanismos de pesquisa.

A Task preparou este texto com algumas práticas para facilitar aos motores do Google rastrear e indexar o seu conteúdo e garantir uma boa visibilidade da sua página.

 

Capriche no conteúdo

O ranqueamento dos sites feito pelo Google tem como objetivo melhorar a experiência dos usuários, oferecendo resultados que correspondam exatamente ao que eles buscaram e que ofereçam dados de qualidade. Por isso, a primeira coisa que você deve fazer é desenvolver conteúdo relevante e exclusivo.

 

Não copie informações de outras páginas, pois o Google também conta com um dispositivo que reconhece o site que publicou a informação original, jogando nos últimos lugares do ranking a página que copiou. E procure sempre criar páginas consistentes, com palavras-chave, tags e descrições concisas e objetivas, o que também melhora o rastreamento.

 

Utilize as principais metatags

As metatags são palavras utilizadas no código fonte de cada página que ajudam não só na construção do site, mas também orientam os mecanismos de busca em relação ao conteúdo de um portal, blog ou e-commerce. Para melhorar o rastreamento do seu site, você não pode deixar de utilizar as seguintes metatags:

  • Tag de título: é o nome que aparece no topo da página do navegador e serve para orientar tanto o usuário quanto os buscadores sobre o tema de uma determinada página. Nos buscadores, após uma pesquisa, o conteúdo da tag de título aparece na primeira linha dos resultados. Por isso é importante que o nome escolhido apresente com precisão o assunto da página, para que o Google o reconheça como relevante para a pesquisa feita.
  • Tag de descrição de página: apresenta um resumo do assunto da página. Se o título da página consiste em uma palavra ou frase, a descrição pode ser uma frase ou duas ou até mesmo um breve parágrafo, para auxiliar o usuário a identificar o assunto da página antes dele clicar no link.
  • Tag robots: controlam o comportamento do rastreamento e da indexação dos mecanismos de pesquisa e devem ser usadas caso você queira que certas páginas do seu site não sejam rastreadas.
  • Tags de textos âncoras: pequeno parágrafo que demonstra ao Google algo específico sobre a página, como links internos que apontam para outras páginas do seu site ou links externos, apontando para conteúdo de outros sites. Isso também ajuda ao buscador a identificar a relevância do conteúdo do seu site.
  • Tags de cabeçalho: utilizada para apresentar estrutura da página, esta tag ajuda os usuários a perceber hierarquicamente a importância do texto das páginas e colabora para a compreensão do conteúdo que vem logo após ele. Esta forma de estruturar o site facilita a navegação e melhora o posicionamento nos mecanismos de busca, pois demonstra que seu site é organizado.

As metatags são colocadas diretamente no código fonte de cada página, mas informações como título e descrição das páginas também podem ser incluídas por meio das configurações da plataforma que você utiliza no site.

 

Tenha URLs amigáveis

Endereços muito longos e cheios de números são difíceis de serem identificados não só pelo usuário, mas também pelos buscadores. O ideal é que cada página do seu site tenha uma URL amigável, ou seja, com uma estrutura mais compreensiva: o endereço do site, seguida da categoria e do título da página. Se a URL contém palavras relevantes, ela fornecerá aos motores de busca do Google mais informações do que qualquer ID, símbolo ou número poderia dar.

 

LEIA TAMBÉM: A importância da linkagem interna

 

Melhore a navegabilidade do site

A navegabilidade pode ajudar o Google a compreender qual conteúdo você considera mais importante no seu site. Pense em como o usuário deve navegar da página inicial para as páginas com conteúdo mais específico. Depois, desenvolva um mapa do site com todas as URLs das páginas com uma estrutura hierárquica (sitemap) para guiar os buscadores.

 

Otimize o uso de imagens

As imagens utilizadas no seu site devem ter um nome de arquivo relacionado ao conteúdo da página e da imagem (e não os nomes automáticos gerados pelas câmeras digitais, como IMG7894.jpg) e também atributo “alt” (alternativo), que determina um texto alternativo para a imagem, caso ela não possa ser exibida por alguma razão (por exemplo, se o usuário estiver utilizando um navegador que não suporta o carregamento de imagens).

Além de facilitar a leitura feita pelos buscadores, o texto alternativo dessa imagem será tratado de maneira similar ao texto âncora de um link de texto, caso você estiver usando uma imagem como link. O sistema do seu site deve contar com campos para descrição, legenda e texto alternativo para as imagens.

 

Use as ferramentas gratuitas para webmasters do Google

O Google oferece algumas ferramentas que analisam seu site e fazem um diagnóstico das páginas para verificar o que pode ser melhorado e o que está dando certo em relação aos resultados no seu mecanismo de busca. Por meio dessas ferramentas é possível entender o tráfego de pesquisa e saber como os usuários encontram seu site, melhorar a otimização e verificar a integridade das suas páginas.

 

Invista em Google AdWords

Além dos procedimentos para melhorar a busca orgânica, também é possível investir na busca paga para que seu site apareça na primeira página de resultados do Google por meio de links patrocinados. Os links patrocinados são mostrados nos três primeiros resultados da tela e também na coluna da direita.

Primeiro você precisa se cadastrar no Google AdWords e escolher as palavras que quer relacionar ao seu site. O Google realiza um leilão, determinando a posição de cada anúncio com base no preço máximo oferecido por clique por cada anunciante e um histórico de qualidade do mesmo. Você só paga a cada vez que um de seus anúncios é clicado.

 

Agora que você já sabe como melhorar o posicionamento do seu site no Google, é só colocar estas dicas em prática. E se surgir alguma dúvida, deixe um recado para a Task nos comentários.

 

A Task tem por objetivo prover soluções em internet e comércio eletrônico que otimizem processos e gerem resultados para pessoas e organizações.

São mais de 20 anos de experiência em hospedagem de sites, serviços de e-mail, servidor virtual, servidor dedicado, loja virtual e muito mais.

Saiba mais em www.task.com.br

Nenhum comentário

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também...
Back To Top