Virtualização de servidores

O que é a Virtualização de servidores / hospedagem na nuvem?

03/10/2013

Compartilhe!


Atualizado em 11/10/2019

A virtualização de servidores trouxe inovação, segurança e economia para o mercado. Uma tendência crescente e que gera muitas dúvidas.

De todos os termos existentes na área de tecnologia, a computação em nuvem (ou cloud computing) é certamente um dos mais citados e comentados atualmente.

Esse conceito remete à possibilidade de acessar recursos tecnológicos (dados, serviços, softwares etc), de qualquer lugar do mundo, sendo necessário apenas uma conexão com a internet.

Para falarmos de cloud computing é fundamental sabermos que, por trás deste conceito, existe outra tecnologia chamada virtualização.

Existe uma diferença básica entre esses dois conceitos. Para utilizar a computação em nuvem, é necessário contratar uma empresa especializada, que fornecerá estrutura física e gerenciamento. Já a virtualização pode ser criada dentro da sua empresa, com equipamentos próprios.

O que é virtualização de servidores

Podemos definir como virtualização o processo de configurar um hardware dentro de outro. Ou seja, seria como executar um novo computador dentro de outro, com sistema operacional, recursos de memória e processamento, softwares e acessos independentes.

Essa tecnologia cresce cada vez mais e acompanha o desenvolvimento do cloud computing que investe em virtualização para tornar possível o seu funcionamento.

Para que serve e como funciona a virtualização de servidores

A virtualização serve para economizar recursos, dinamizar processos e eliminar excesso de equipamentos (mais espaços físicos disponíveis). Se outrora era comum empresas manterem máquinas e mais máquinas para armazenar documentos, hoje isso não é mais preciso: a virtualização assume esse papel.

O funcionamento é simples: a virtualização é uma versão virtual de um sistema de armazenamento, em servidores robustos e extremamente confiáveis. Mas como a virtualização gera economia?

É simples! A instituição não precisa manter muitos equipamentos físicos na empresa e, apenas uma máquina virtual pode rodar vários sistemas operacionais e plataformas de forma independente.

Por que utilizar a virtualização em sua empresa?

Levando-se em conta as boas práticas de mantermos serviços de maior importância em servidores separados, acabamos num cenário onde temos máquinas cada vez mais potentes e cada vez menos utilizadas.

Neste cenário, estima-se que as máquinas atuais utilizem menos de um terço de sua capacidade de processamento. Com a virtualização de servidores, é possível utilizar somente os recursos realmente necessários. Isso se traduz em economia, já que não será mais preciso utilizar muitas máquinas extremamente potentes, para serem subutilizadas.

Vantagens da virtualização de servidores

De acordo com o que já citamos, a virtualização possibilita a execução de várias máquinas numa só. Ou seja, neste caso, podemos simular vários ambientes/aplicações em uma mesma máquina, dimensionando recursos e evitando a subutilização dos mesmos.

Além disso, cabe dizer que para para uma solução dessas, será necessário uma máquina servidora, que hospedará as máquinas virtualizadas, com capacidade de hardware superior às demais.

Os benefícios não param por aí: um hardware a menos em sua empresa significa uma máquina a menos consumindo energia. Além disso, significa uma máquina a menos para possíveis manutenções, gerenciamento e upgrades.

Para falarmos disso, é importante dizer que o gerenciamento de uma máquina virtual é simples. Ou seja, conseguimos adicionar um processador ou aumentar a quantidade de memória RAM ou HD, com a alteração de apenas uma linha de configuração, dependendo da ferramenta de virtualização utilizada.

Em suma, a solução em virtualização pode gerar economia em vários aspectos, além de possibilitar maior facilidade de gerenciamento de servidores e seus recursos.

A Task possui diversas soluções em virtualização, de acordo com as necessidades de sua empresa. Dúvidas? Entre em contato conosco.

Glossário

Hardware – termo utilizado para designar qualquer tipo de equipamento físico, comumente relacionado à computadores.

Memória RAM – Dispositivo que permite armazenamento de dados e programas.

HD – É a abreviação de Disco Rígido. É um hardware para armazenamento de dados.

Software – São componentes lógicos do computador. Ou seja, são os programas que utilizamos.

Sistema Operacional – É um software (programa) que gerencia os recursos do computador e ainda roda outros softwares na máquina.

Leia também

10 vantagens de servidor virtual (Servidor VPS)

Como manter seu site ou loja virtual no ar mesmo com muitos acessos

Servidor Virtual e Servidor Dedicado – Qual escolher?

Conheça 4 razões para a implantação de servidor VPS na sua empresa

Conheça o NovoMail da Task

Quer fazer auditoria e fiscalização de e-mails da sua empresa para aumentar a produtividade?

Conheça o NovoMail, um serviço exclusivo da Task.

Compartilhe!


0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *